sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

O fim do ano ou apenas a vontade de se renovar...


Como um jogo de xadrez se fez a vida. Só nos cabe decidir se seremos as peças, o tabuleiro, ou apenas a vontade que as move. Só temos que continuar jogando, apenas jogando... Servindo-se de nós mesmos para nossas melhores jogadas. Mesmo que essas sejam apenas imaginárias. Com o término desse ano muitas vitórias obtive, não sendo adversário de outros, e sim, da minha própria desistência. Agora é só esperar ansiosamente para que nessa nova partida, eu continue sendo o que fui. Um pouco de tudo? Só que algumas casas adiante. Feliz por esse ano que passa, e incalculavelmente presente nesse ano que entra. Deixo aqui todas as possibilidades passadas, para entrar com um milhão delas, que podem ser certas ou erradas, mas vivamente novas e talvez passageiras...

2 comentários:

Thy disse...

adorei o texto, me identifiquei bastante! :)
Esse ano foi complicado! mas tudo indica que ano que vem vai acontecer muitas coisas boas!
Beijos.

Jônatas Santos disse...

Claro. Espero que cada jogada passada,ou a que se precede a esta, tenha sido essencial pra uma simples mudança de atitude e uma consequente felicidade, ainda que passageira. :)
adorei aqui cara!
beijo