quinta-feira, 29 de maio de 2008

Vamos! Começai!



Só por uns instantes deixar-me-ei iludir com suas palavras decoradas...
E prometo fingir que nunca as ouvi...
Deixarei você me envenenar com sua malícia, só pra que entenda o quão pequeno é diante do todo e de suas vontades.
Morder-me e sentir o gosto doce de final amargo de meu sangue que está repleto de ácido retinóico e pequenas explosões de animação...
Sua autopromoção sectária de um auto.
Só por um momento me farei cego e desentendido, para que assim possa dar cabo à profecia de seus atos...
Reabilitação desconstrutiva, desabilitação intuitiva...
Quando menos esperar quebrarei seu espelho...
E assim, deixará de existir para si e surgirá para mim.

6 comentários:

Gabriela Hatum de Mendonça disse...

Gostei demais desse texto!Talvez por sutilmente citar as personalidades mascaradas pelo ser humano. Embora sempre defendesse argumentos como esse, explícito em seu texto, hoje acho que inúmeras vezes acabamos obrigados a usar de artifícios sociais que nos dão a impressão de não transmitir veracidade de caráter, porém é apenas uma defesa do nosso Id.
Não podemos mostrar a todos o que realmente somos, já que para alguns seríamos incompreendidos levando em conta que o ser humano condena ou inveja os atos alheios com um entusiasmo triunfante até que os deteriorem.Mas certamente deixo que a máscara que esconde minha verossímil face caia levemente às pessoas que de afeto demonstram confiança suficiente para tal ato.

David Cejkinski disse...

renascer sempre é preciso, vc ta lirico hein! paixao? bjs

David Cejkinski disse...

mudei de blog!
www.corpopartido.blogspot.com
bjao

nayara barros disse...

Ola tudo bem?
bom fiz uma materia no meu blog sobre o mundo feminino!
e convidei algumas mulheres para estarem fazendo perguntas ou seja duvidas que temos em relação aos homens!
gostaria de sua participação!
obrigada!

Cecília Grossl disse...

Gostei... estou precisando quebrar uns espelhos por aí... rs* quem sabe me encorajo! Beijão!

Rafael Ferro disse...

Lindo, henrique.
Lindo.