domingo, 9 de março de 2008

Eu espero uma grande explosão...

A vida desperdiçada... A mesma sensação de uma criança que olha através da janela do carro para o parque de diversões que está com as luzes apagadas, pois o pai fez o imenso favor de chegar atrasado... Não quero mais chegar atrasado... Não quero encontrar as luzes apagadas... A minha vontade às vezes é de jogar essa porra de computador pela janela... Pois nesse exato momento, enquanto escrevo essas linhas eu poderia estar trepando, bebendo, atravessando uma rua qualquer, ou em um boteco qualquer... Andando sobre trilhos, colocando fogo em pneus, nadando em um lago qualquer ou simplesmente assaltando um banco... Por isso eu espero que minha freqüência nessa porra de Internet e em específico, nessa merda de blog, seja muito pequena, ou talvez nenhuma... É o que eu espero...


Um comentário:

David disse...

mas henrique vc quase nao vem por aqui tambem uhauahahuahuuah mas entendo oq vc fala computador é uma bosta mesmo!bj