segunda-feira, 16 de junho de 2008

Memórias póstumas de um...



Seu hálito lascivo me refrescava a alma e iluminava meus desejos mais íntimos. Fazia de seu sono um quadro de traços delicados. Enquanto dormia e sonhava com seu realismo fantástico, eu me contentava em observá-la, num canto úmido do escuro labirinto. Jamais saberás a tonalidade onírica que sua pele tomava à luz da lua. Jamais saberás o quanto me excitava com cada movimento seu, com cada arrepio, com cada parte descoberta de seu corpo, com cada suspiro. Eu deveria rasgá-la com minhas presas, mas a sua ingenuidade me fez anjo. Fiz-me cria em seu macio seio. Confesso que conhecia cada centímetro de sua delicada pele, e isso me enlouquecia. Como conter meus desejos, meu faro? Seu inconsciente cio me fazia esquecer o raciocínio e me entregar à voluptuosidade. Então eu babava como animal. E me encontrava em meu primitivismo. Esperava que adormecesse novamente para me aproximar e entrelaçar meus chifres em seus cabelos e penetrar seus sonhos. Com atitudes mortais e inesperadas eu me via seguindo por caminhos não profetizados em Creta. E assim, passo a passo eu me aproximava do abismo. Minha vontade era de tomá-la em meus braços e esquecer o mundo que nos separava. Parte de mim, a desejava, enquanto a outra, queria devorá-la. Jamais saberás o quanto era admirada quando corria por todos os lados do labirinto, ofegante, com medo, tentando achar a saída, sem imaginar que tanto a entrada como cada muro daquele labirinto quem definia era eu. No entanto só sairia, quando eu desejasse. Quando eu desejasse... Se partisse, não teria mais sentido. Como a filosofia ou o ópio, um caminho sem volta. A experiência traz a ausência. Entre minha sobriedade e sua liberdade. Optei pela loucura e me sacrifiquei pelo sacrifício que me enviaram. Ingênuos, ou oportunistas são aqueles que dizem que fui morto pelas mãos de um mortal.

3 comentários:

David Cejkinski disse...

vc ta se tornando muito lirico, oq aconteceu? bj

Daniel disse...

Sempre chego aqui e leio, mas nunca tinha comentado. Linkei no meu. Assim não preciso me perder pra te achar.

Hosana Vieira disse...

Resumo tudo em uma palavra:MAGNIFICO.